Casa Fanti Ashanti - Tambor de Mina
Sobre

O Tambor de Mina é a religião afro-brasileira do Maranhão, que se distingue do Candomblé baiano, do Xangô de pernambucano, do Batuque sulino e outras, principalmente pelo culto dos voduns jeje do antigo Dahomé, que apresenta um repertório próprio de cantos, danças, mitologias, instrumentos, adereços, comidas e procedimentos rituais.

Surgido em São Luis no fim do sec XVIII, segundo Pai Euclides, o Tambor de Mina estruturou-se em duas casas matrizes fundadas naquela época: a Casa das Minhas Jeje e a Casa de Nagô, ambas ainda em atividade. A segunda, cujo culto inclui entidades de origem nagô e caboclos de diversas linhagens, forjou o modelo que se firmou nas centenas de terreiros existentes hoje no Maranhão, levado também para outros estados brasileiros.

A Casa Fanti Ashanti, em atividade desde 1954, é um verdadeiro centro de cultura popular maranhense, onde num calendário anual repleto, se realizam com capricho e rigor, uma grande quantidade de manifestações sagradas e profanas como toques de Tambor de Mina, Candomblé, Cura/Pajelança, Baião de Princesas, Samba Angola, Mocambo, Bancada, Encruzo, Tambor de Choro, Almoço dos Cachorros, Tambor de Crioula, Tambor de Crioula de Taboca, Bumba-Boi de baixada, Carimbó de Caixa, Queimação de Palhinha, Festa do Divino, ladainhas, procissões e inúmeros outros rituais internos.

 

Tambor de Mina – Raiz Nagô
Tambor de Mina – Na Virada Pra Mata
Toques de Tambor de Mina

 

50 anos de Casa Fanti Ashanti

 

Mocambo

 

TAMBOR DE MINA

Audios
Video
Ficha Técnica
Palavras-chavePai Euclides, Tambor da Mata
LocalizaçãoMaranhão, São Luís
MestresMâe Kabeca, Pai Euclides Talabyan
Ano de Registro
Website
Email
Similares