Redandá
Sobre

O Lunzó Redandá ou Reino de Dandaluanda (o inkisse correspondente ao orixá Oxum) é uma casa de candomblé Angola situada em Cipó-Guaçu, distrito de Embu-Guaçu (SP). Ocupa uma área preservada de seis alqueires de manaciais e vegetação nativa, em meios aos quais erguem-se as construções que abrigam os inkisses (divindades correspondentes aos orixás na tradição nagô), os barracões de dança, cozinhas, varandas e inúmeros compartimentos destinados ao culto religioso, além das casas das diversas famílias de iniciados que, como num verdadeiro quilombo, moram no sítio do Redandá.

A casa foi fundada em 1958 por Mametu Kafumungongo que, em 1975, ainda em vida, entregou a Tata Guiamazy a função de Tata Inkisse do Lunzó. Desde então, este passou a liderar essa casa que hoje conta com mais de quinhentos iniciados espalhados por todo Brasil e Europa e inúmeras casas abertas por seus filhos.

Tata Guiamazy é filho de Tada Gitadê e neto de Tata Londirá, o lendário Joãozinho da Goméia, baiano que na década de 40 fincou as raízes do candomblé de tradição bantu no Sudeste, e criou a polêmica ao gravar cantos de terreiro em LPs de 78 rotações para gravadora Continental. O Redandá, seus ritos e obrigações, segue a mesma tradição gomeana iniciada por seu avô.

A influência dos negros vindos da região do Congo a Angola é responsável pela formação de incontáveis gêneros populares brasileiros, como a capoeira, o tambor de crioula, o carimbó, o coco de roda, o jongo, o candombe, o zambê, e inúmeros outros, sendo que a tradição bantu foi a que mais marcadamente influenciou nossa música urbana. Nos toques do candomblé Angola, como o cabula, barravento, congo de ouro, muzenza e ijexá, ouve-se com clareza as matrizes rítmicas, formais e melódicas de nossa música urbana. Uma longa linhagem de Tatas Kambandos (Ogãs) da casa, liderados pela voz visceral de Tata Guiamazy conduzem as zwelas – cantos tradicionais – que são cantadas em dialeto Kimbundo, e acompanhadas pelos inkisses ngoma, os tambores rituais. A comunidade do Redandá, além das atividades religiosas, cultiva ainda diversos outros gêneros de tradição afro-brasileira, como o samba de coco, o samba angola, o jongo e a capoeira.

 

CD KAWIZA

 

FOTOS

 

Festa de Dandaluanda – Oxum

A inkisse Dandalunda (sincretizada com a orixá Oxum) é a divindade das águas doces, do ouro e da fertilidade.

 

Festa de Roxi Mukumbi – Ogum

O inkisse Roxi Mukumbi (sincretizado com o orixá Ogum) é a divindade do ferro, das guerras e da teconologia,

 

Festa de Kingongo – Olubajé

O inkisse Kingongo (sincretizado com o orixá Omulu) é a divindade dona da terra, senhor das doenças e da cura.

 

Festa de Gongonbila e Vunge – Logunedé e Ibeji

O inkisse Gongombila (sincretizado com o orixá Logunedé) é a divindade das matas, dos rios e da pesca, um caçador menino filho de Lambaranguange e Dandalunda. O inkisse Vunge (sincretizado com o orixá Ibeji) é a divindade protetora das crianças, representada por dois irmãos gêmeos.

 

 

Festa de Ungira – Exu

O inkisi Ungira (sincretizado com o orixá Exu) é a divindade das encruzilhadas e da comunicação.

 

Festa de Caboclo – Kawiza

Os caboclos ou kawizas são as entidades da terra, são brasileiros, indígenas, quilombolas, boiadeiros. Caboclo é orixá do Brasil.

 

VÍDEOS

 

Festa de Roxi Mukumbi – Ogum

 

 

Festa de Gongombila/Vunge – Logunedé

 

 

Festa de Kingongo – Obaluaiye

 

 

Festa de Kawiza – Caboclo

 

Similares
Maranhão
Tambor de Mina
Maranhão
Tambor de Mina
Ficha Técnica
GrupoRedandá
LocalizaçãoEmbu Guaçu, São Paulo
Ano de Registro
MestresPai Guiamazy
Palavras-chaveCandomblé Angola